Leitura › Matéria
14/08/2017 - A ERA DE FILADELFIA
A cidade de Filadélfia estava situada a uns 97 quilômetros ao sudoeste de sardes. Era a segunda cidade em tamanho na Lídia. Ela era edificada sobre vários montes em um famosos distrito de viticultura. Suas moedas traziam a figura de Baco e de uma Bacante (sacerdotisa de Baco). Entre os habitantes a cidade incluía judeus, cristãos de origem judia, e convertidos do paganismo. A cidade sofria freqüentemente terremotos, no entanto sua duração foi a maior de todas as sete cidades de apocalipse. De fato a cidade ainda existe sob o nome turco de Alesehirí ou Cidade de Deus.

O mensageiro para esta Era foi sem duvida alguma João Wesley. João Wesley nasceu em Epworth, em 17 de junho de 1.703 e era um dos dezenove filhos nascidos a Samuel e Suzana Wesley. Seu pai foi capelão na igreja da Inglaterra; mas é mais do que provável que a transformação religiosa da mente de João foi baseada mais sobre a vida exemplar de sua mãe do que sobre a teologia de seu pai. João foi estudante brilhante. Foi enquanto ele estava em Oxford que ele e Carlos se tornaram parte de um grupo que era espiritualmente exercitado adorar na base da vida de experiência ao invés de fazer da doutrina seu padrão. Eles redigiram um guia espiritual de obras tais como ajudar os pobres, visitar os enfermos, e detentos. Por isso eles foram chamados de Metodistas, e outros títulos irônicos. Ora, João foi suficientemente inspirado por sua visão da necessidade da religião para o povo do mundo por isso ele foi para a América (Geórgia) como missionário entre os índios. Em sua viagem ele descobriu que muitos passageiros do navio era Morávios. Ele ficou muito impressionado por sua bondade, paz, e coragem em todas as circunstancias. Ele trabalhou na Geórgia em auto desprendimento e duro trabalho, mais foi um fracasso. Ele voltou a Inglaterra clamando, “Eu fui a Inglaterra converter os índios, mas oh! Quem me convertera?” De volta a Londres, ele novamente encontrou os Morávios. Foi Pedro Boehler que lhe mostrou o caminho da salvação. Ele verdadeiramente nasceu de novo, para a perplexidade e a evidente ira de seu irmão, Carlos, que não podia compreender como um homem tão espiritual como João pudesse dizer que não estava anteriormente certo com Deus. Foi, porem, não muito tempo depois que Carlos também foi salvo pela graça. 

Wesley agora começou a pregar o evangelho naqueles púlpitos em Londres onde ele anteriormente ele teve acesso; porem logo o puseram para fora. Foi nesta época que se velho amigo George Whitefield, o colocou em um lugar pois ele convidou João para ir e ajudá-lo a pregar nos campos onde milhares estavam escutando com atenção a Palavra. Wesley a principio ficou incrédulo que pudesse pregar ao ar livre ao invés de pregar em um edifício, mas quando ele viu as grandes multidões e a obra do evangelho no poder do espírito, ele se converteu de todo o coração a tal pregação.