Leitura › Matéria
11/05/2017 - A ERA DE TIATIRA
Historicamente, Tiatira era a cidade menos notável entre as sete cidades desta revelação. Estava situada sobre a fronteira de Míssia e Iónía. Ela era cercada por muitos rios, os quais estavam cheias de sanguessugas. Sua característica mais digna de elogio era prospera financeiramente devido a corporação coletiva de oleiros, tecelões, tintureiros, alfaiates, etc. Foi desta cidade que Lídia, a vendedora de púrpura, veio. Ela foi a primeira convertida européia de Paulo. Ora, a razão pela qual o Espírito escolheu a esta cidade como a que continha os elementos espirituais para a quarta era, foi por causa de sua religião. A principal religião de tiatira foi a adoração de Apolo Tymnaios, a qual estava ao culto de adoração ao imperador. Apolo era o deus do sol, e o primeiro em poder depois de seu pai, Zeus. Ele era conhecido como o “Desviador do mal”, ele presidia as leis religiosas e a expiação (o meio de expiação, significando fazer reparos por erros ou culpas). Platão disse dele, “Ele explica aos homens a instituição de templos, sacrifícios e cultos aos deuses, também “o futuro” e “a vontade de seu pai” aos homens por meio de profetas e oráculos. Em tiatira, este rito foi conduzido por uma profetiza que se assentava numa cadeira trípode e entregava as mensagens enquanto em transe. O domínio desta região era notável. Seu formidável poder não se apoiava exclusivamente no domínio do mistério, mas no fato de que ninguém podia pertencer aos sindicatos que ofereciam ao povo seu meio de vida a menos quer pertencesse ao templo de adoração a Apolo. Qualquer que se recusasse a participar das festa idolatras e das orgias licenciosa era impedido de entrar nestas associações do primeiro século. A fim de parte da visa social e comercial o individuo tinha que ser praticante da idolatria pagã. É digno de nota que o próprio nome tiatira significa, “Domínio Feminino”. Assim esta era é caracterizada por uma força dominante, uma força que cruelmente invade a todos, conquista a todos e controla despoticamente. Ora, o domínio feminino é a maior maldição do mundo. O homem mais sábio que o mundo já viu o Salomão e ele disse: “Eu tornei a voltar-me e determinei em meu coração saber, e inquirir, e buscar a sabedoria e a razão, e conhecer a loucura da impiedade e a doidice dos desvarios. E eu achei uma coisa mais amarga do que a morte, a mulher cujo o coração são redes e laços, e cujas mãos são ataduras; quem for diante de Deus escapara dela, mas o pecador virá a ser preso por ela. Vedes aqui, isto achei, diz o pregador, conferindo uma coisa com a outra para achar a causa: Causa que a minha alma ainda busca mais ainda não achei; um homem entre mil achei eu, mas uma mulher entre todas estar não achei. Eclesiastes: 7:25-28 Paulo disse: Não permito que a mulher ensine, nem use de autoridade.

A igreja por muito tempo havia se dividido em dois grupos, o ocidental e o oriental. De vez em quando um reformador levantava-se em uma ou em ambas as divisões e por um pouco de tempo guiava algum segmento da igreja a um relacionamento mais profundo com Deus. Cerca de 60 anos após a morte de São Francisco, Columba nasceu no condadode Donegal , Irlanda do Norte, da família real de Fergus. Ele tornou-se um brilhante e consagrado erudito, memorizando a maior parte da Escritura. Deus o chamou em voz audível para ser um missionário. Após ter ouvido a voz de Deus, nada pôde detê-lo, e seu ministério milaculoso fez muitos historiadores aclamarem-no junto aos apóstolos. Tão grande foi seu ministério acompanhado de sinais sobrenaturais que alguns (principalmente estudiosos em Roma) pensavam que os relatos eram exagerados. Numa de sua jornadas missionárias, quando se aproximava de uma cidade murada, ele encontrou os portões fechados para ele. Ele alçou sua voz em oração para que Deus pudesse intervir e permitisse que ele tivesse acesso às pessoas a fim de pregar. Porém, enquanto ele orava os mágicos da corte começaram a perturba-lo com altos ruídos. Ele então começou a cantar um salmo. Enquanto cantava, Deus aumentou tanto o volume de sua voz que abafou os gritos dos pagãos. Repentinamente os portões abriram-se espontaneamente. Ele entrou e pregou o Evangelho, ganhando muitos para o Senhor. Em outra ocasião quando ele também fora impedido de entrar numa vila, quando ele se voltava para partir, o filho do chefe de repente ficou extremamente doente, prestes a morrer. São Columba foi rapidamente procurado e chamado de volta. Quando ele fez a oração da fé o rapaz foi instantaneamente curado. A vila foi então aberta à evangelização pelo Evangelho. O Evangelho puro que foi pregado por Columba e seus cooperadores espalhou-se por toda Escócia, conduzindo-a a Deus. Também transbordou ate a Irlanda e pelo Norte da Europa. Seu modo de difundir o Evangelho era que talvez doze homens sob um líder entravam em uma nova área e literalmente construíam uma cidade centrada no Evangelho. Entre estes doze homens havia carpinteiros, professores, pregadores, etc, todos maravilhosamente versados na Palavra e vivendo consagrados. Esta pequena colônia era circundada por um muro. Logo este recinto era cercado por estudantes e suas famílias em seu próprios lares, aprendendo a Palavra e preparando-se para sair e servir ao Senhor como missionários, líderes e pregadores. Os homens tinham a liberdade de casar embora muitos não o fizeram, a fim de servir melhor a Deus. Eles permaneciam livres da ajuda do estado, e por isso evitavam a política. Em lugar de atacar outras religiões eles ensinavam a verdade pois criam que a verdade era arma suficiente para cumprir os fins que Deus tinha em mente para eles. Eles eram completamente independentes de Roma. São Columba foi o fundador de uma grande escola bíblica na ilha de Hy (em frente a costa sudoeste da Escócia). Quando ele chegou lá na ilha era tão estéril e rochosa que não podia produzir suficiente alimento para todos eles. Porém Columba semeou a semente com uma mão enquanto mantinha a outra levantada em oração. Hoje a ilha é uma da mais férteis do mundo. Desta ilha centrada na Bíblia saíram poderosos eruditos revestidos de sabedoria e do poder de Deus. Quando li a história deste grande servo de Deus e a maravilhosa obra que ele fez, entristeceu meu coração descobrir que o poder papal, ansiando trazer todos os homens sob o seu controle, veio e finalmente corrompeu estes campos missionários e destruiu a verdade como fora ensinada por Columba