Leitura › Citações
19/09/2017 A HISTÓRIA DA MINHA VIDA, P. 265
Eu disse: “Sharon, meu bem, papai quer tanto ver você, meu bem. Como eu gostaria de segurar você em meus braços de novo, você queridinha.” Eu fiquei fora de mim mesmo. Havia semanas. Tirei minha luva de borracha. Havia dois mil e trezentos volts correndo bem ao meu lado. Tirei minha luva de borracha. :Eu disse: “Deus, odeio fazer isto. Sou um covarde. Mas,  Sharry, papai vai ver você e mamãe apenas em poucos  minutos.” Comecei a tirar minha luva, para pôr minha mão nesses dois mil e trezentos. Isto quebraria... Ora, não ficaria nem mesmo sangue   em você. E assim eu -- eu -eu comecei a tirar aquela luva, e algo aconteceu. Quando voltei a mim, eu estava assentado no chão com minhas mãos para cima deste jeito, no meu rosto, chorando. Foi a misericórdia de Deus, ou eu não estaria tendo um culto de curas aqui; tenho certeza disso. Foi Ele protegendo Seu dom, não a mim. 
14/09/2017 A HISTÓRIA DA MINHA VIDA, P. 201,202 e 203
E me levou fora para a corrente  principal do rio então. E eram mais ou menos onze e meia da noite, e simplesmente caindo saraiva miúda e nevando. E agarrei no cordão de partida e tentei puxar o barco, e não quis pegar, e tentei e não quis pegar, e tentei de novo. Chegando mais adiante naquela corrente, a cachoeira bem na minha frente. E eu estava tentando mesmo, e pensei: “Oh, que coisa, aqui -- aqui está meu fim! Esse é meu fim!” E eu estava tentando muito mesmo. E eu disse: “Senhor, por favor, não me deixe ter uma morte como essa.” E eu puxava e puxava.E voltou a mim: “E aquele monte de lixo ao qual você não quis ir? Está vendo?” Sim. Eu pus minha mão no barco de novo, e eu disse: “Deus, tem misericórdia de mim. Não me deixes deixar minha esposa e nenê assim, e eles estão lá doentes! Por favor!” E eu continuava puxando assim, e não queria pegar. E eu podia ouvir o rugido lá embaixo, porque eu... Só uns minutos, e, oh, que coisa, esse seria o fim. E eu disse: “Senhor se Tu me perdoares, eu Te prometo que farei qualquer coisa.” Ajoelhei-me naquele barco lá e a saraiva miúda batendo em meu rosto, eu disse: “Farei qualquer coisa que Tu quiseres que eu faça.” E puxei de novo, e pegou. E acelerei o mais que pude, e finalmente cheguei à margem. 
A HISTÓRIA DA MINHA VIDA, P. 142
Descobri isto, que felicidade não consiste em quanto dos bens do mundo você possui, mas em quão satisfeito você está com a porção que coube a você.
13/09/2017 A HISTÓRIA DA MINHA VIDA, P. 161 e 162
Assim então este velho, em vez de pregar o que estava acontecendo aqui na terra,  ele começou a pregar o que estava acontecendo no Céu todo o tempo. Ora, ele começou com Ele no começo, no princípio do tempo, e O  trouxe de volta na Segunda Vinda pelo arco-íris horizontal. Ora, eu nunca ouvi tal pregação em minha vida! Mais ou menos naquela hora o Espírito o atingiu; ele pulou mais ou menos desta altura e bateu um calcanhar contra o outro, jogou os ombros para trás e foi se dobrando pela plataforma, disse: “Vocês não têm bastante espaço aqui em cima para eu pregar.” E ele tinha mais espaço do que eu tenho aqui.Pensei: “Se Isso faz a um velho se comportar assim, o que faria se caísse sobre mim?” Eu -- eu pensei: “Talvez eu precise um pouco Disso.” Ora, ele foi ali, eu tive tanta pena do velho. Mas, quando ele se foi, eu fiquei com pena mim mesmo. E o olhei descer dali. 
10/09/2017 A HISTÓRIA DA MINHA VIDA, P. 90
Eles falam do analfabetismo nas montanhas de Kentucky. Você vê isso nesta coisa de estória em quadrinhos. Algumas daquelas velhas mães lá poderiam vir cá a Hollywood e ensinar vocês, mães modernas, como criar seus filhos. Deixe a filha dela entrar uma noite com seu cabelo todo desarrumado, e lábios, batom (como se chama aquela  maquiagem que elas põem na sua face?), e seu vestido todo amassado de lado, e tivesse estado fora a noite toda, bêbada, irmão, ela tiraria um daqueles galhos daquela parte de cima daquela nogueira e ela nunca mais sairia. Estou lhe dizendo, ela... E se você tivesse um pouco mais disso, você teria uma Hollywood melhor aqui, e uma nação melhor. É isso mesmo. É verdade. “Simplesmente tente ser moderno,” isso -- isso é um dos artifícios do diabo.
10/09/2017 A HISTÓRIA DA MINHA VIDA, P. 90
Eles falam do analfabetismo nas montanhas de Kentucky. Você vê isso nesta coisa de estória em quadrinhos. Algumas daquelas velhas mães lá poderiam vir cá a Hollywood e ensinar vocês, mães modernas, como criar seus filhos. Deixe a filha dela entrar uma noite com seu cabelo todo desarrumado, e lábios, batom (como se chama aquela  maquiagem que elas põem na sua face?), e seu vestido todo amassado de lado, e tivesse estado fora a noite toda, bêbada, irmão, ela tiraria um daqueles galhos daquela parte de cima daquela nogueira e ela nunca mais sairia. Estou lhe dizendo, ela... E se você tivesse um pouco mais disso, você teria uma Hollywood melhor aqui, e uma nação melhor. É isso mesmo. É verdade. “Simplesmente tente ser moderno,” isso -- isso é um dos artifícios do diabo.
09/09/2017 A HISTÓRIA DA MINHA VIDA, P. 87 e 89
Agora, sou chamado um detestador de mulheres, você sabe disso, porque sempre sou meio contra mulheres, mas não contra vocês, irmãs. Simplesmente sou contra o jeito que as mulheres modernas se portam. Isso é correto. Boas mulheres devem ser  consideradas.Então, mas agora, uma boa mulher é uma jóia na coroa de um homem. Ela deve ser honrada. Ela... Minha mãe é uma mulher; minha esposa é; e elas são adoráveis. E tenho milhares de irmãs Cristãs que respeito muito. Mas se -- se elas puderem respeitar a forma  que Deus as fez, uma maternidade e uma verdadeira rainha, isso está bem. Ela é uma das melhores coisas que Deus poderia dar para um homem, foi uma esposa. Além da salvação, uma esposa é a melhor coisa se ela for uma boa esposa. Mas se não for, Salomão disse: “Uma boa mulher é uma jóia na coroa de um homem, mas uma -- uma ruim ou uma que não é boa é água no sangue dele.” E isso é correto, é a pior coisa que poderia acontecer. Assim uma boa mulher... Se você tiver uma boa esposa, irmão, você deve respeitá-la com a mais alta consideração. Isso é correto. Você deve fazer isso. Uma verdadeira mulher...  E, filhos, se vocês tiverem uma verdadeira mãe que fica em casa e procura cuidar de vocês, mantendo sua roupa limpa, mandando vocês à escola, ensinando vocês sobre Jesus, vocês devem honrar essa dócil mãe com tudo o que estiver em vocês. Vocês devem respeitar essa mulher, sim senhor, porque ela é uma verdadeira mãe.
07/09/2017 A HISTÓRIA DA MINHA VIDA, P. 74 e 75
E então uma vez mais ou menos um mês depois daquilo, eu estava jogando bola de gude com meus irmãozinhos fora, no pátio da frente. E subitamente eu senti algo estranho vir sobre mim. E parei e me sentei ao lado de uma árvore. E nós estávamos bem em cima na margem do Rio Ohio. E olhei para baixo em direção a Jeffersonville, e vi uma ponte levantar-se e atravessar aquele, o rio, passar sobre o rio. E vi dezesseis homens (eu os contei) que caíram dali e perderam suas vidas naquela ponte. Corri para dentro bem depressa e contei para minha mãe, e ela pensou que eu tivesse dormido. Mas não esqueceram, e vinte e dois anos desde aquele tempo, a Ponte Municipal agora (a qual muitos de vocês atravessam quando atravessam lá) atravessou o rio naquele mesmo lugar, e dezesseis homens perderam suas vidas construindo aquela ponte sobre o rio.Nunca falhou em ser perfeitamente a verdade. Como você O vê aqui no auditório. Tem sempre sido assim.
04/05/2017 A HISTÓRIA DA MINHA VIDA, P. 51 e 52
Com a idade de mais ou menos, mais ou menos um pouco mais de dois anos de idade, a primeira visão aconteceu.Bem, eles contaram lá pelas montanhas que “Esta Luz veio.” Assim eles tentaram compreendê-la. Alguns disseram que havia sido a luz do sol refletindo num espelho dentro da casa. Mas não havia espelho lá dentro. E o sol não tinha saído, pois era muito cedo, cinco horas. E então, oh, simplesmente não fizeram caso Dela. E quando eu tinha mais ou menos, suponho que  com quase três anos de idade...
05/09/2017 A HISTÓRIA DA MINHA VIDA, P. 57,58 e 59
E então eu me lembro de um dia na nascente (esta cabana pequena ficava bem atrás da casa.) E -- e durante aquele tempo depois de... Havia nove -- onze meses de diferença entre eu e meu irmão mais novo, e ele ainda estava engatinhando. E eu tinha uma pedra grande na mão, e eu estava tentando mostrar quão forte eu podia atirar esta pedra na velha lama, de onde a nascente tinha corrido no chão e formado um lamaçal. E eu ouvi um pássaro, e estava cantando em cima duma árvore. E olhei para aquela árvore e o pássaro voou, e, quando voou, uma Voz falou comigo.Agora, eu sei que você acha que eu não poderia pensar e me lembrar disso. Mas o Senhor Deus, Que é Juiz, da terra e céus e tudo o que há, sabe que estou dizendo a verdade.Aquele pássaro, quando voou, uma Voz veio de onde o pássaro estava na árvore, como um vento enroscado no arbusto, e Ela disse: “Você viverá perto de uma cidade chamada New Albany.” E tenho vivido desde o tempo que tinha três anos de idade até agora, dentro de três milhas [Cinco quilômetros-Tradutor] de New Albany, Indiana.
A HISTÓRIA DA MINHA VIDA, P. 45,46,47 e 49
E eu nasci dia seis de abril de 1909. Claro, você sabe, isso quer dizer que tenho um pouco mais de vinte e cinco agora. E assim, na manhã em que eu nasci, mamãe disse que eles abriram a janela. Agora, não tínhamos médico; havia uma parteira, simplesmente... E aquela parteira era minha avó. E assim quando nasci e comecei a chorar, e -- e mamãe queria ver seu filho... E -- e ela mesma não era mais do que uma criança. E quando eles abriram a janelinha, bem ao amanhecer, mais ou menos às cinco horas da... Ali havia um velho pinta-roxo sentado ao lado de um arbusto pequeno. Como todos vocês têm visto a fotografia disto em -- em meu livro da história da minha vida... Um velho pinta-roxo estava sentado ali cantando com tudo o que tinha.Eu sempre gostei de pinta-roxos. Agora, vocês meninos aí no alcance do rádio, não atirem em meus passarinhos. Veja você, eles são -- eles são --  eles são... Eles são meus passarinhos. Você já ouviu a lenda do pinta-roxo, como ele ficou com seu peito vermelho? Vou parar aqui um momento. Como ele ficou com seu peito vermelho, havia o Rei dos reis que estava morrendo um dia na Cruz, e Ele estava sofrendo e ninguém vinha a Ele. Ele não tinha ninguém para ajudá-Lo. E havia um passarinho marrom que queria tirar aqueles pregos de Cruz, e ele continuava voando à Cruz e dando puxões naqueles pregos. Ele era muito pequeno para tirá-los, e ele sujou seu peitinho todo de vermelho com sangue. E desde aquele tempo seu peito tem sido vermelho. Não atirem nele, meninos. Deixe-o em paz.Ele estava sentado ao lado da janela, cantando como os pinta-roxos cantam. E -- e papai empurrou a janela para trás. E quando eles empurraram a portinha da janela para trás, aquela Luz que você vê na fotografia entrou girando pela janela, diz minha mãe, e pairou sobre a cama. Vovó não sabia o que dizer.E então ela abriu... Quando eles abriram esta janela e esta Luz pairou ali dentro, eles não souberam o que fazer. Papai tinha comprado (mamãe disse) um macacão novo para este acontecimento. Ele estava de pé com os...  seus braços no peitilho do antigo macacão, como os lenhadores e madeireiros usavam naqueles dias. E aquilo os assustou.
02/09/2017 - A HISTÓRIA DA MINHA VIDA, P. 29
“Porque não temos aqui cidade permanente.” Não, nada aqui na terra que você pode ver continuará. Tem que ter um fim. Tudo o que é mortal tem que se entregar a uma imortalidade. Então não importa quão bem construamos nossas auto-estradas, quão boa seja nossa arquitetura, tudo tem que terminar, porque aqui não há nada que possa continuar. Apenas o Invisível é o que continua.
1/09/2017 A Marca da Besta e o Selo de Deus nº 1
Abel morreu sobre a mesma rocha com o seu cordeiro. Cada crente tem que fazer a mesma coisa: morrer na rocha com o seu cordeiro. Um cordeiro nada tem, a não ser uma coisa, que é a lã. E ele tem que ceder tudo o que tem. Ele não faz escândalo. Leve o animalzinho e jogue-o lá em cima, como eu disse, o cordeiro fica mudo diante dos que o tosquiam. Ele é tosquiado. Ele não se alvoroça. A única coisa que ele tem, ele cede prontamente.
E nós dizemos que somos cristãos. Alguém me escreveu uma pequena carta o outro dia e—uma pequena nota, e é engraçado, não é? Eu a tenho lá, disse: “Eu tenho direito, sou cidadã americana, eu uso qualquer tipo de roupa que quiser.” Faça isso, muito bem. Isso mostra que você é uma cabra. Isso mesmo. Vá usá-las se quiser. Mas, lembre-se, se é cordeiro, você tem direito, mas cede seus direitos por Cristo. Eu tenho direito de ficar bêbado esta noite também; sou cidadão americano. Tenho direito de fumar cigarro; sou cidadão americano. Você também tem, mas nós cedemos os nossos direitos. Sejam tosquiados dessas coisas. Comportem-se como cavalheiros, como damas, vistam-se dessa maneira, e comportem-se dessa maneira e vivam dessa maneira. Cedam seus direitos.
31/08/2017 - A HISTÓRIA DA MINHA VIDA, P. 12
Ó Senhor, olha para baixo de novo, quando estes pacotes forem colocados sobre os corpos enfermos em comemoração a Tua Palavra vivente. E que a enfermidade se assuste, olhe através do Sangue do Teu Filho, Jesus, o Qual morreu para esta expiação. E que o inimigo se assuste e que se afaste, para que este povo possa entrar na promessa,  pois acima de todas as coisas, este  é o Teu desejo que prosperemos em saúde. Concede-o Pai, porque nós o enviamos com essa -- com essa atitude em nosso coração. E esse é nosso objetivo. Nós o enviamos em Nome de Jesus Cristo. Amém. Obrigado, Irmão Glover. Obrigado, senhor.